BLOG

Relatos ilustrados de nossos roteiros

Você esta aqui:

October23

NEWS | Trekking e Birding estão sendo receitados por médicos

 

 

Médicos do Reino Unido, mais especificamente das Ilhas de Shetland, na Escócia,  estão começando a receitar a prática de trekking (caminhadas na natureza) e birding (observação de aves) como parte do tratamento de seus pacientes.

 

O NHS (National Health Services) Shetland, autoridade de saúde do arquipélago escocês, autorizou os médicos que trabalham na ilha a emitir prescrições de natureza aos seus pacientes como complemento no tratamento de doenças mentais, diabetes, doenças cardíacas, estresse e outras condições. A prática de atividades na natureza vem da percepção de que um determinado tempo ao ar livre é um excelente auxílio para problemas de saúde. Chloe Evans, médica que pilotou o programa no centro de saúde Scalloway, na costa oeste da ilha principal de Shetland, disse que a proposta complementa os tratamentos convencionais.

 

Não é novidade que  contato com a natureza trás benefícios. — Parques, jardins, flores, fitocidas (substâncias produzidas por plantas contra micro-organismos) têm efeitos benéficos em humanos — conta Yoshifumi Miyazaki, codiretor do Centro para Meio Ambiente e Saúde da Universidade de Chiba, no Japão, uma das instituições mais ligadas ao tema no mundo. — O corpo humano foi feito para se adaptar à natureza. Cientistas de diversas partes do mundo perceberam que, ao entrar em contato com o ambientes naturais, o corpo logo responde, de forma sutil, com baixa na pressão sanguínea e maiores níveis de glóbulos brancos (responsáveis pelas defesas do organismo), entre outros.

 

Há também estudos que demonstram os benefícios de se viver perto da natureza. Em uma pesquisa que acompanhou 350 mil pessoas, a pesquisadora Jolanda Maas, do Centro Médico Universitário de Amsterdã, concluiu que, quando 90% da área ao redor da residência é de verde, 10,2% dos moradores não se sentem saudáveis. Já quando 10% da área ao redor é de natureza, 15,5% relatam problemas de saúde. Maas encontrou maior prevalência de 15 entre 24 doenças selecionadas em pessoas que vivem mais longe de áreas verdes. Inclusive mentais: pessoas que vivem próximas da natureza teriam 21% menos chances de desenvolver depressão.

 

— Os governos poderiam adotar políticas de forma a definir que porcentagem de área verde cada bairro deve ter — opina a holandesa. — As pessoas podem aumentar a área verde em seus próprios jardins. Apenas olhar para a natureza nos ajuda a nos recuperarmos do estresse. Também poderiam tentar visitar estas áreas com mais frequência.

 

2018.10.23_000 news-trekking-e-birding-estao-sendo-receitados-por-medicos-do-reino-unido

 

Caminhar, nadar, andar de bicicleta, ou até mesmo apenas ficar ao ar livre e em movimento, mostraram através de estudos científicos ter efeitos de saúde extremamente benéficos. Para adoção do programa de prescrição de natureza as autoridades escocesas publicaram um calendário sazonal, junto com a ajuda de uma sociedade de observação de aves, com sugestões para visitação.

 

“Gostaríamos que isso fosse aceito por outras áreas ou conselhos de saúde. Há tanta evidência de que a natureza é boa para nós, e essa é uma maneira simples de levar as pessoas ao ar livre e vivenciar a natureza em uma cidade ou em um lugar mais selvagem como o de Shetland ”, disse Chloe Evans.

 

Aqui no Brasil a prática de observação de aves vem crescendo cada dia mais. Hoje já são mais de 30 mil perfis cadastrados no Wiki Aves, maior site do mundo sobre aves brasileiras. Os números de grupos e eventos relacionados também não param de crescer, destaque para  Avistar Brasil, que reúne, anualmente, observadores de todos os cantos do país.

 

  • Posted by Eduardo Franco
  • 5 Tags
  • 0 Comments
COMMENTS