BLOG

Relatos ilustrados de nossos roteiros

Você esta aqui:

January30

Birding Trip | Norte de Minas

 

 

Considerada a única cordilheira do Brasil, o Espinhaço se estende por mais de 1.000 quilômetros pela Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga, nos Estados de Minas Gerais e Bahia. Destaque por ser um dos maiores centros de endemismos do mundo, abriga paisagens deslumbrantes, biodiversidade riquíssima e é certamente um dos melhores destinos para ecoturismo. Nessa viagem conduzimos o fotógrafo de natureza Marcelo Krause, proprietário da editora Underwater Books (www.underwater.com.br), pela porção norte da cadeia de serras, com destaque para o município de Botumirim/MG, local onde foi descoberta a única população conhecida da rolinha-do-planalto, principal objetivo nessa viagem

 

Nos encontramos no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e embarcamos às 8h30 em voo para Montes Claros, município do Norte de Minas Gerais. O tempo de voo foi de aproximadamente 50 minutos e, assim que chegamos, alugamos um carro e pegamos estrada por cerca de duas horas e meia rumo a Botumirim. Lá chegando seguimos direto para o Restaurante Zero Grau, do simpático casal Nego e Nenzinha, que fazem um uma farta e gostosa comida caseira. Após o almoço fizemos check-in na pousada e aproveitamos para um rápido descanso.

 

O calor ainda era forte, mas aproveitamos o restante do dia para visitar a Campina do Bananal, que fica a mais de 1.200 metros acima do nível do mar, em um bonito trecho da cadeia do Espinhaço. Trecho coberto por campos rupestres, casa de espécies de aves importantes, como os endêmicos lenheiro-da-serra-do-cipó e beija-flor-de-gravata-verde. Após uma longa subida, chegamos até o ponto onde encontraríamos os gravatinhas, que não falharam. Observamos vários e ficamos por muito tempo observando e fotografando esses pequeninos animais.

 

2019.01 norte de minas 03

 

Acordamos bem cedo e após um rápido café-da-manhã pegamos estrada até a Reserva Natural Rolinha-do-planalto, criada e mantida pela SAVE Brasil (www.savebrasil.org.br), ONG responsável por conduzir os esforços de conservação de várias espécies de aves brasileiras, entre elas a rolinha. O trecho é curto e, em cerca de 20 minutos, já estávamos buscando pela pequena joia alada. Não precisou de muito tempo e escutamos a voz de um indivíduo. Nesse momento o coração acelera e quando colocamos o olho na 1ª rolinha do dia, a emoção é enorme.

 

2019.01 norte de minas 012019.01 norte de minas 05

 

A espécie é muito ativa durante as primeiras horas da manhã e assim que esquenta ela praticamente desaparece. Por isso é muito importante aproveitar ao máximo as chances e não fizemos diferente. Ficamos por cerca de quatro horas observando e registrando cerca de 4 indivíduos de rolinha que estava naquela área. Acreditamos que eram dois casais. Conseguimos também avistar um ninho ativo, o que aumenta as esperanças do aumento da população dessa tão ameaçada ave.

 

Retornamos para a cidade e após o almoço e um descanso, visitamos a Mata do Lobo. O calor era muito forte poucas aves estavam ativas. Entretanto, com muito custo, conseguimos alguns registros do formigueiro-do-nordeste, espécie restrita aos Estados de Minas e Bahia.

 

2019.01 norte de minas 06

 

No terceiro dia retornamos até a Reserva da SAVE e gastamos mais algumas horas da manhã observando aqueles belos animais. Aparentemente era o mesmo grupo do dia anterior. Porém tivemos apenas cerca de duas horas de boas chances, já que o calor parece ter feito as rolinhas reduzirem sua atividade mais cedo. Aproveitamos e procuramos utras aves por ali mesmo, conseguindo excelentes registros da choca-do-nordeste e do farinheiro. Encerramos nossa passagem por Botumirim e retornamos para Montes Claros, onde passamos a noite.

 

2019.01 norte de minas 07 2019.01 norte de minas 082019.01 norte de minas 09 2019.01 norte de minas 10

 

Aproveitamos a estadia em Montes Claros e passamos todo o dia no Parque Estadual da Lapa Grande. Antes mesmo de chegar até a sede da Unidade de Conservação já aproveitamos a boa luz e fizemos alguns excelentes registros. Destaca-se o periquito-da-caatinga, choca-barrada-do-nordeste, balança-rabo-de-chapéu-preto e garrinchão-de-barriga-vermelha.

 

2019.01 norte de minas 11 2019.01 norte de minas 12 2019.01 norte de minas 13 2019.01 norte de minas 14

 

Naquele mesmo dia, agora já nas proximidades da sede e em suas trilhas principais, também avistamos e fotografamos uma porção de espécies interessantes e bastante características daquele ambiente, tais como o gavião-de-penacho, o arapaçu-de-wagler, o asa-de-sabre-da-mata-seca, cara-dourada e pipira-preta.

 

2019.01 norte de minas 15 2019.01 norte de minas 16 2019.01 norte de minas 17 2019.01 norte de minas 18 2019.01 norte de minas 19

 

Encerramos nossa viagem com um saldo super positivo, tendo excelentes avistamentos da rolinha-do-planalto, além de várias outras importantes espécies típicas daquele lugar. Conhecer Botumirim e visitar a Reserva da Rolinha é sempre uma experiência marcante.

  • Posted by Eduardo Franco
  • 6 Tags
  • 0 Comments
COMMENTS